Síndico profissional

Síndico profissional: tudo o que você precisa saber

Sempre que alguma questão surge em um condomínio é importante que os moradores se reúnam e discutam isso, porém, também deve existir uma figura para coordenar e executar as ações discutidas pela comunidade, gerenciar a rotina do local, entre outras obrigações e é por isso que todo condomínio é obrigado a ter um síndico. Mas, você sabia que este papel não precisa ser exercido por um morador? Este é o síndico profissional. E neste artigo vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre esta ocupação.

O que é um síndico?

Resumidamente, o síndico é aquele que gerencia o condomínio. O artigo 1.347 da Lei 10.406/02 permite que a assembleia condominial eleja uma pessoa que não seja condômino abrindo a possibilidade de que quase qualquer um assuma a função.

Entre as várias funções escritas no art. 1.348 do Código Civil estão:

  • administrar o condomínio;
  • gerenciar as finanças;
  • lidar com as demandas dos moradores e mediar conflitos;
  • organizar o cronograma de obras e manutenções;
  • fiscalizar a inadimplência e as ações judiciais;
  • ser o representante legal;
  • convocar as reuniões de assembleia e garantir que os moradores sejam notificados;
  • coordenar a equipe de funcionários;
  • garantir a organização e preservação das áreas comuns;
  • prestação de contas.

Diferença entre síndico morador e síndico profissional

Como falamos anteriormente, o síndico (seja ele morador ou profissional) deve ser eleito em assembleia, a diferença está que o síndico profissional (que não mora no local) deverá ser oficialmente contratado após ser eleito, através de um contrato de prestação de serviços.

Isso pode ser feito já na assembleia de eleição onde também pode-se alinhar expectativas, estabelecer horários de atendimento, responsabilidades e remuneração.

Outra diferença é que como o administrador não mora no condomínio, a dinâmica muda, pois ela acontecerá com visitas e planejamento. A frequência dessas visitas será acordada no ato da contratação.

A tecnologia e o uso de aplicativos de gestão como o Severino, também colaboram para que boa parte do trabalho possa ser feito de forma remota. Por isso, não é incomum encontrar profissionais que administram mais de um condomínio.

Qual a remuneração?

A remuneração é paga com as taxas condominiais. Não existe um valor fixo ou piso salarial para este tipo de atividade, então os valores devem ser acordados entre as partes durante a assinatura de contrato. Fatores que influenciam neste cálculo são:

  • perfil do condomínio (comercial ou residencial);
  • tamanho do condomínio (número de moradores e de unidades);
  • quantidade de funcionários;
  • valor da taxa condominial.

A lógica básica é: quanto maior o condomínio, maior será o trabalho e por consequência sua remuneração.

Como se tornar um síndico profissional?

A lei não exige uma formação específica para atuar na área, porém, quem deseja trabalhar com isso encontra cursos e certificações de qualidade no mercado. Elencamos algumas habilidades interessantes e necessárias para este cargo:

  • inteligência emocional;
  • conhecimento em áreas como administração, contabilidade, finanças, recursos humanos, direito, entre outras;
  • boa comunicação;
  • organização;
  • disciplina.

Vantagens de se contratar um síndico profissional

Condomínios os quais não há moradores dispostos a fazer parte da administração ou aqueles muito grandes, requerem muita dedicação e tempo disponível e são os lugares onde, geralmente, encontramos o síndico profissional. E existem algumas vantagens desse serviço:

  • especialização nas funções;
  • relacionamento estritamente profissional;
  • imparcialidade na gestão de conflitos.
  • disponibilidade;
  • conhecimento de ferramentas para otimizar processos.

Administrar um condomínio é algo muito difícil e desafiador. E contar com um síndico profissional é uma alternativa que pode trazer mais tranquilidade, eficiência e transparência à gestão, além de ser uma profissão em ascensão indo conforme a tendência de mercado por optar cada vez mais pela terceirização de serviços.

Uma das coisas mais importantes para quem trabalha administrando um condomínio é a organização. Clique aqui e encontre ótimas dicas.

Compartilhar:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
reduzir os custos do condomínio

Dicas para reduzir os custos do condomínio

Existem muitos assuntos complexos quando se trata da administração de condomínios e o financeiro é o mais delicado deles. Planejamento, transparência e organização são fundamentais

NEWSLETTER

Cadastre-se agora mesmo e receba nossos conteútos exclusivos.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Preencha o formulário abaixo para solicitar seu orçamento ou mais informações.

INSTITUCIONAL

Severino
Aplicativo para Condomínios

CNPJ: 23.704.134/0001-99

Endereço:
R. Leonardo Mota, 2117
Aldeota – Fortaleza – Ceará
CEP: 60170-041

Telefone:
+55 (85) 99708-0008

E-mail: contato@severinoapp.com

ONDE ESTAMOS