fbpx

O valor arrecadamento mensalmente das taxas de condomínio deve ser usado com sabedoria para evitar novos pedidos de verba aos moradores. O síndico pode a qualquer momento convocar uma assembleia e informar sobre a necessidade de mais dinheiro, mas tal solicitação pode não ser bem aceita. O ideal é fazer um bom gasto e isso ajudará não apenas na gestão como na melhor administração.

O passo mais importante é estipular uma taxa de condomínio de acordo com os gastos mensais e periódicos. É preciso somar todos os pagamentos mensais, semestrais e serviços anuais como manutenção de elevadores, pintura de fachada, dentre outros. Faça a soma e divida pela quantidade de moradores e depois por 12 meses e terá o valor mensal a ser pago por cada condômino. Liste também possíveis gastos extras como encanamento, reparos emergenciais na estrutura e conte com a inadimplência para manter o saldo positivo, por isso pode ser importante ter uma margem a mais em cada taxa.

Dicas para administrar bem a taxa de condomínio.

O primeiro passo é selecionar cada prestador de serviço não apenas pela qualidade mas pelo preço justo também. Algumas empresas baseiam-se no bairro para fazer o seu orçamento e é interessante cotar com mais de uma. Avaliar junto aos moradores é uma opção não apenas para o síndico mostrar clareza na gestão como ouvir sugestões de prestadores de serviços. O ideal é analisar ao menos três orçamentos.

Tente fechar pacotes longos com desconto. Exemplo: manutenção de elevador mensal pagando seis meses adiantados pode sair muito mais em conta. Algumas empresas permitem o pagamento antecipado mas claro, observe também a fama da empresa no mercado e a quantidade de reclamações. Com empresas novas, sem qualquer conhecido que tenha solicitado um serviço é bem mais arriscado. Pacotes de jardinagem, manutenção de encanamento e vistoria elétrica costumam funcionar bem e pode-se economizar uma boa quantia.

Faça um fundo de obras. O que seria? A cada pagamento de condomínio o síndico pode remover R$ 10 por morador (como exemplo) e reservar para fundo de obras. Essa proposta deve ser levada e votada em assembleia e o valor ajuda com gastos extras para qualquer obra que o condomínio precise realizar.

Manutenção é essencial para diminuir os gastos futuros com reforma. É muito mais barato manter tudo em ordem funcional que refazer, concorda? Essa é a proposta. Uma vistoria mensal ou a cada dois meses pode diminuir e muito os gastos com fiação e encanamentos em caso de problemas emergenciais. O zelador pode ser o responsável ou pode-se contratar periodicamente um prestador de serviço para cada área apenas para avaliar as condições prediais.

Tenha uma agenda de pagamentos. Evite atrasos. Alguns boletos geram multas e isso representa mais gastos condominiais. Um bom síndico é também um bom gestor de finanças e organizado  para não perder datas bancárias. Também evita problemas com prestadores de serviço quando solicitados pela má fama de pagar atrasado. Pagamentos adiantando também geram economia como taxas da prefeitura e bombeiros.

Cuidar da fachada é essencial. Alguns moradores pouco se importam de como andam as condições estruturais prediais mas observam e comentam bastante negativamente de uma fachada sem limpeza e com tinta ou cerâmica com problemas. Os detalhes do visual são extremamente importante e ajudam a manter os inadimplentes sobre controle porque mostram mais claramente a atuação do serviço.

Para saber mais sobre o Severino App e levar para o seu condomínio fala com a gente pelo Whatsapp é só clicar aqui!